Forno do Contínuo - Altaneira e seus pontos turísticos - Uma semana de divulgação dos espaços turísticos do município. Governo Municipal e Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo.

O vale do São Romão ficou conhecido nacionalmente por conta da
cal ali produzida. A concentração calcária tem uma extensão superior a 10km e uma espessura de 200m sendo encontrada desde a localidade de São Romão, até a serra do Jatobá próximo a cidade de Cariús, e faz parte do chamado Complexo Ceará em sua geologia. Esta formação metassedimentar depositada em ambiente marítimo plataformal, data do
período proterozóico inferior, demonstrando que o atual vale do São Romão um dia já foi mar. A pedra calcária foi descoberta na queima de brocas no inicio do povoamento; posteriormente foram construídos os fornos de barranco onde a cal era extraída de forma artesanal.
No ano de 1962 a cal passou a ser produzida de forma industrial
com a construção do forno do contínuo pelo ex-prefeito de Farias Brito Aurélio Liberalino de Meneses em uma de suas propriedades denominada Extrema, servindo de marco na divisa dos municípios de Farias Brito e Altaneira. O forno acabou se tornando um símbolo sendo representado como figura central das bandeiras de Altaneira e Farias Brito. Com a renovação dos limites intermunicipais, o forno do contínuo passou a pertencer ao território de Altaneira conforme Lei Estadual Nº 16.198 de 29 de dezembro de 2016.

Foto: @wellcaboclo